domingo, 8 de abril de 2018

Dezembro de 2017

Há um ano eu venho me desmontando e me reconstruindo dia após dia, eu sempre tive um plano/sonho de ir embora e deixar pra trás tantas coisas que me faziam mal, desgostos e desgraças da nossa vida alá a brasileira e seguir meu rumo em busca de um El dourado, pasárgada, wherever sem se quer pensar que para conhecer o céu é preciso passar pelo seu inferno interior, sem pesar que também é preciso deixar pra trás tudo que se ama e que começar do zero não é nada, absolutamente nada fácil! É necessário a presença do caos, para se dar valor à paz, é necessário quebrar a cara, conceitos e paradigmas para se valorizar a essência, a cultura, o outro! É necessário rasgar-se por inteiro para se livrar dos seus pré-conceitos que nem se quer pensava existir... o mundo se mostra ao seu avesso para os sonhadores, nada de castelos coloridos em folhas em branco e sim muitas, muitaaas pedras no caminho, com elas se constroem fortalezas e castelos dignos de realezas, dessas tantas que têm suas mãos calejadas e que já choraram rios antes de se tornarem majestades. Dessas que acostumaram-se a presença de sapos e dragões e agradecem por suas existência, sem eles não haveria aprendizado, sem eles nem se quer saberíamos reconhecer quem são os nossos anjos da guarda! 

Abril de 2017

Muitas vezes é difícil acreditar que você mesmo pode criar o seu próprio destino ou modelo/estilo de vida, ou rumo, ou perdição, ou aonde der na telha e tacar o foda-se para uma sociedade aonde todo mundo tenta ser igual. Não existe apenas uma forma, pode ter certeza! A vida não precisa se encaixar nesse quadrado cinza, às vezes brilhoso visto a grosso modo mas vazio e oco por dentro. A vida não precisa ser uma eterna disputa de egos e jargões clichês, muito menos ser levada aos excessos e a essa padronização de tudo até mesmo do modo de pensar. Tem tanta coisa legal por aí, no seu bairro, no mundo, esfregado na sua cara. Tem tanto amor por aí, desses verdadeiros que pulsam e quando explodem viram estrelas eternas. Tem tantos amigos por aí, desses que viram madrugadas ouvindo suas lamentações ou gargalhando juntos da piada mais tosca. Você não precisa de uma vida artificial, com amores rasos, amizades ocas e fotos fingindo alegria, você não precisa ser o número 1 da turma, ser o orgulho da mamãe sempre, ser o cara que faz planilhas incríveis mas que ninguém suporta. Você precisa ser gente! Lembra como é? Essa mesma, aquela vida linda e real por trás de todo esse amontoado de coisas inúteis que vamos nos tornando ao longo de tanta lama no caminho. É preciso ser humano, e pra ser humano é preciso que o pelo arrepie, que os pés sintam a areia e que a veia pulse. Só ganhamos esse vale vida uma única vez até que se prove o contrário, então repense seus conceitos de felicidade! - Eu, insônia às 02:48 

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Amor por inteira


Se há algo que possa preencher a lacuna vazia do seu coração, esse algo é a propria vida, a caminhada longa, o megulho profundo, o ar puro entrando nos seus pulmões, a corangem é o que preenche, quando não se deixa paralizar pela dúvida, não por ela não existir mas o fato de você estar vivo e poder se jogar no vento, lutar, e poder se quebrar todo mil vezes e ainda sim recolher e se remontar novamente para seguir.

Quis muitas vezes rasgar meu peito para mostrar a quem quer que fosse o quanto meu coração pulsava, o quanto eu poderia bombear meu amor, em outros tempos eu lançaria bombas de ódio por não ter esse amor compreendido e por não encontrar a sintonia certa para a minha estação. Se doar é um presente dos deuses, só quem ama possui o singelo ar da pureza e aquela dor sutil no fundo dos olhos, só quem ama sente a carne vibrar e o pelo arrepiar com um aroma que te remete ao teu intimo, é a dor de saber que mesmo que termine será eterno dentro de ti, mesmo que pese muitas vezes é leve, o ciclo da vida é infinito, sem inicio e nem fim, belo presente dos deuses ter consciência de infinito dentro da carne. Um poeta me disse um dia que sem amor eu nada seria e sim, realmente sou, amor por inteira.

domingo, 10 de janeiro de 2016

O essencial fica pra sempre!

Ao longo dos anos a gente percebe que certos planos não mudam, que seremos jovens ainda, que muita gente vem e vai, que a única arma que eu quero ter pra lutar é o coração, que o mal se desfaz, se dilui, não ultrapassa a barreira da verdade, que as más línguas só passam pela nossa vida, nossa casa quando permitimos que ela entre. O essencial fica pra sempre, sem pressa, sem rancor, só na good vibes meu amigo! O resto é resto! Só quero ter olhos pra ver a maldade desaparecer... Pra não ter que perder meus heróis de overdose, pra não deixar que tentem se quer desconstruir nossos sonhos porque esses não foram vendidos e nem serão... O mundo será "bão" pra Sebastião, maria e quem quer que seja que acredite que assim será! Você é o que você propaga ao universo, não adianta citar mil passagens bíblicas, falar de caridade enquanto é entupido de hipocrisia, falsas verdades e falta de amor!

domingo, 29 de novembro de 2015

Religião x Fé

Em meio a crise, a tragédias em todo mundo, a guerras. Ainda assim existem pessoas que não conseguem de maneira alguma enxergar o óbvio, ainda em meio a tantas injustiças, sociais, raciais de igualdade de gêneros... existem pessoas julgam o que não conhecem, apoiam o bárbaro e impõe suas opiniões em cima de parâmetros bíblicos ao qual não pertence a realidade e a verdade de todos. A barbárie cometida pelo estado islâmico não é muito diferente a vontade e aos olhos de supostos cristãos que julgam TUDO e todos que não se desviam as suas regras e leis, não é o fato de atirar uma bomba que faz de você um terrorista, o fato é que se existem pessoas prontas a instigar e propagar o ódio em nome de deus aqui mesmo em nosso país supostamente "laico" me dá medo. E me faz ter repulsa cada vez mais por qualquer tipo que seja de religião, que acomete segundo seus perfeitos preceitos algo completamente diferente do meu entendimento sobre o que Jesus cristo pregou. Criam-se uma legião de acéfalos que não enxergam o preceito básico de jesus: O amor.

Religião x Fé- Seja ela qual for, quando me é imposta uma verdade que não é a minha, por isso religião pra mim não faz sentido, não haverá verdade absoluta que vai abranger a todos, alguns sim porém não todos. Outra questão pra mim é o não questionamento. Por que se calar? Por que não poder questionar nada? Porque é assim que devemos ser e seguir para o resto de nossas vidas? A Fé é absolutamente mais incrível e libertadora, não lhe é imposto ter fé, aliás muitos religiosos não tem fé alguma, não tem sentimento algum. A fé é algo que te conforta porque é escolha, se eu creio, em deus, na natureza, em buda é a minha única e exclusiva escolha e serei feliz com ela, caso não seja, troco e pronto. Nada me impede, nada me julga, nada e nenhum padre ou pastor definirá o meu destino ou irá impor as regras do jogo. Libertador é você ter a certeza de que essa vida é um presente, e ninguém precisou te contar isso, você descobriu sozinho pelas longas jornadas que cruzou na vida, aprendeu assim que até as dificuldades, as lutas são presentes divinos, porque não com elas que você aprendeu a ser uma pessoa melhor, são com essas dificuldades, tragédias, lagrimas que você constrói o seu SER humano, constrói a compaixão, o amor ao próximo (amor de verdade, não essa hipocrisia aí viu) a humildade, aprende que nunca se é bom o suficiente, aprende que temos sempre e sempre que melhorar e que o caminho ainda que cheio de espinhos te faz renascer flor. Por que nada disso se aprende em livros, nenhuma benção vai tem o poder de tornar-te bom a não ser a sua própria vida, o seu caminho e a sua luta.


"Olhos por olhos e o mundo acabará cego" Frase dita por Gandhi.

domingo, 8 de novembro de 2015

;)

Quando você alcança um grau de maturidade em que começa a largar as coisas pelo caminho, deixar pra trás, não se importar, relevar e levar apenas o que te serve, o que acalenta o coração, nada de amizades vagas, nada de amores egoístas, nada de situações em que não se sente confortável, aprende a não se importar com julgamentos inúteis alheios, não se importar com nada além da sua verdade. Ninguém te preenche e te conhece tão bem quanto você mesmo. E só importa daqui em diante o que vem pra somar. Tirar do bolso, da mala e das costas coisas que te ferem e cravam na tua espinha uma faca enquanto sorri pra você é fundamental para a sobrevivência espiritual. Esteja primeiramente só e feliz consigo mesmo e depois se cerque de pessoas verdadeiras, com cicatrizes, erradas ou certas porém verdadeiras. 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Nos tornamos água de chuchu


Calmaria e tempestade, dois lados de uma mesma moeda, Em um momento tudo e em outro mão atadas, risos e lagrimas rolando! É o turbilhão da vida, 365 dias por ano para construir e as vezes tudo desmorona em apenas um piscar de olhos. Um dia um tal de Vinicius de Ipanema disse: A vida não é brincadeira amigo! E um outro canto da cidade com um olhar do alto do morro disse Cartola que a sorrir pretendia levar a vida. Que ironia do destino, em uma mesma cidade que hoje quase não brilha e que não consegue achar bonito a boemia de outrora, os bailantes da lapa, ou degustar a chop do ouvidor, parece que a cidade está ficando cinza, perdendo a cor, a graça, o cheiro da velharia da praça nas feiras de final de semana. Os poetas gritavam de dor, por amor, por saudade, por rebeldia... não dormiam ao relento, lutavam pra não cair nessa mesmice, na padronização da vida, lutavam para não serem essa água de chuchu que nos tornamos, sem cor, sem vida, sem graça, vidrados em uma tela, robotizados, moldados ao risinho sem graça de canto de boca, com nossa selfies, egos inflados e vidas vazias! Pena que tenho da gente, construímos o castelo sobre areia, as pedras são usadas apenas para atirar.